segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

ANTIGO REGIME III

O PODER ABSOLUTO

A partir do final do séc. XVI o conceito de monarquia absoluta ou absolutismo adquiriu força e expandiu-se praticamente por toda a Europa.

Este regime político caracteriza-se pela centralização na pessoa do rei de todos os poderes:
  • o executivo (administração do reino, controlo da economia, comando do exército);
  • o legislativo (elaboração das leis);
  • o judicial (aplicação da justiça)
Segundo esta forma de poder, o rei é o representante de Deus na Terra (poder de origem divina) e, por isso, não tem que responder publicamente pelas decisões tomadas.

O rei apoiava-se nos seus ministros, Conselhos especializados e nos funcionários régios espalhados por todo o reino.

Os reis Luís XIV, em França, e D. João V, em Portugal, constituem exemplos de monarcas com poder absoluto.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.